Nascer e Crescer

este blog surge no âmbito de um trabalho prático da disciplina de Técnicas de Comunicação, do curso de Enfermagem leccionado no Isave, e tem como objectivo falar sobre a saúde infantil abordando temas actuais que nos preocupam a todos, e principalmente aqueles que são pais.

sábado, Abril 09, 2005

Pneumonia na Criança

PNEUMONIA

v É uma inflamação do parênquima pulmonar
v Maior frequência nos lactentes e 1ª infância.


CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA

v Pneumonia Lobar: afecta a totalidade ou grande parte de um ou mais lobos. Pode ser bilateral ou dupla.

v Broncopneumonia: começa nos bronquíolos terminais, que ficam obstruídos por um exsudado mucopurulento.

v Pneumonia intersticial: o processo inflamatório fica concentrado no interior das paredes alveolares (intersticiais) e tecidos peribrônquicos.

v Pneumonite: inflamação aguda localizada do pulmão sem a toxemia associada à pneumonia lobar.


v TIPOS DE PNEUMONIA:

v Atípica;
v Viral;
v Bacteriana;
v Por aspiração de substâncias estranhas.






PREVENÇÃO:

v A administração de uma vacina polissacarídica pneumocócica é recomendada a crianças com menos de 2 anos em risco de adquirirem infecção pneumocócica ou que sofram de doenças graves (imunodeprimidas).
v Tanto o lactente como a criança com pneumonias recorrentes devem ser adicionalmente avaliadas relativamente ao diagnóstico de fibrose quística.


CONSIDERAÇÕES DE ENFERMAGEM:

Os cuidados de enfermagem à criança hospitalizada com o diagnóstico de pneumonia são principalmente, de suporte e sintomáticos: avaliação da situação respiratória, administração de oxigénio e antibioterapia. São considerados também a caracterização da respiração, a disposição geral da criança e o nível de actividade, a promoção do repouso, etc.

Vigiar a necessidade de isolamento;
Promover o agrupar dos cuidados a prestar à criança;
Avaliar a tosse e se prescrito administrar terapêutica ( p. ex. antitússicos) antes das refeições e na hora da dormir;
Evitar a desidratação ( na fase aguda os líquidos são administrados IV). Administrar líquidos de acordo com as necessidades da criança. Os líquidos oferecidos per os podem provocar aspiração aquando os acessos de tosse.
Realizar nebulizações para humidificar as vias aéreas e as secreções, quando existentes;
Deitar a criança em decúbito lateral sobre o lado afectado (quando o pneumotórax é unilateral), pois imobiliza o tórax daquele lado e reduz o atrito pleural, o qual provoca muito desconforto e é incómodo.
Avaliar e vigiar a temperatura – se necessário administrar antipirético prescrito.
Vigiar os sinais vitais e murmúrios respiratórios – tal permite avaliar, em parte, o progresso da doença e prevenir/detectar possíveis complicações.
Quando a tosse é ineficaz há necessidade de aspirar as secreções para manter a via aérea permeável;
Realizar drenagem postural e fisioterapia torácica;
Promover a diminuição da ansiedade e da angústia;
Permitir a presença de um familiar próximo da criança; Apoiar psicologicamente a criança e família (manter os pais informados da situação clínica dos filhos)

4 Comments:

  • At 8:08 da tarde, Blogger Ceila Santos said…

    Oi Lucila, achei bastante informativo o BLOG de vcs. Toda terça-feira eu escrevo no meu BLOG sobre minha filha com o objetivo de tentar emplacar uma pauta para as revistas de educação infantil. sou hjornalista e trabalho em casa. Por isso, gostaria de trocar figurinhas com vcs quando achar que há uma doença interessante que deve ser mais divulgada.
    muito obrigada!

     
  • At 12:47 da tarde, Blogger lesso said…

    Bom dia Lucila, estou na internet em busca de informações relacionadas a pneumonia e gostaria de reforçar os cuidados da criança após o diagnostico.

    Estou com meu filho internado na UTI do hospital metropolitano há dois dias e o tratamento esta correndo bem,foi submetido ao coma induzido e intubado para tratamento da parte do pulmão afetado... sofreu desindratação e foi internado após quadro critico.

    consegui captar alguns codigos dos quais desconheço e um que me recordo é internaçao por dst.

    Gostaria de mais esclarecimentos.

    grato

    alessandro gonçalves de almeida

     
  • At 1:45 da manhã, Blogger Lilian Fortunato de Paula said…

    Descobri hj qyue filho está com pneumonia (leve) mas está....Não precisou ficar internado.
    Quais cuidados devo tomar emcasa, além do antibiótico?

     
  • At 9:40 da tarde, Blogger maxcyara lima said…

    Boa tarde Lucila !!!
    Gostaria de saber a respeito de pneumonia dupla com derrame pleural,quais as complicações e as chances de morte de uma criança de 07 anos que sempre foi saudavél?
    Att,maxcyara lima

     

Enviar um comentário

<< Home